Portal da Cidade Guaratuba

FURTO DE ENERGIA

Copel registrou mais de 3 mil "gatos" de luz em Curitiba, RMC e Litoral

O furto de energia elétrica encarece a fatura do consumidor

Postado em 24/02/2021 às 09:15 |

Em todo estado foram identificadas 10.970 situações de furto de energia (Foto: Jonas Oliveira)

A Copel registrou 3.260 casos de furto de energia elétrica, o famoso "gato", na região de Curitiba, Região Metropolitana e Litoral, no ano de 2020. A estatal não soube precisar os números somente de Guaratuba.

Em todo estado foram identificadas 10.970 situações de furto de energia. As perdas comerciais decorrentes dos gatos encarecem as tarifas na conta de luz. Ou seja, o consumidor irá pagar pelo furto de energia.

Apesar do alto número de gatos, alguns moradores com situações irregulares de ligação de energia apontam dificuldades e burocracia para tentar a regularização em suas residências.

O furto de energia elétrica é crime previsto em lei, sujeito a prisão com flagrante e os valores devidos são apurados para cobrança posterior, assim como a instalação de um novo medidor. Se for por desvio na corrente que passa no medidor, tem pena de reclusão de um a quatro anos e multa. Já o “gato” por adulteração do medidor caracteriza estelionato, tem pena de reclusão de um a cinco anos e multa.

De acordo com a Copel, unidades consumidoras com inconsistências ou variações de consumo são inspecionadas. Uma vez constatado o procedimento irregular, a empresa dá início ao processo de cálculo e cobranças do que foi desviado.

A orientação é que o consumidor que tiver informações sobre esse tipo de prática pode fazer a denúncia pelo telefone 0800 51 00116.

Fonte:

Receba as notícias de Guaratuba no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário